Home / Notícias Mundo / O mundo tem necessidade de testemunhos de transcendência, diz Papa às Irmãs Teatinas

O mundo tem necessidade de testemunhos de transcendência, diz Papa às Irmãs Teatinas

“Junto às pessoas em condições de pobreza material, existem tantos que perderam o sentido da vida, corações ressequidos e sedentos de um bom pão e água viva, que mesmo sem saber, esperam encontrar com Jesus”, disse o Papa Francisco às religiosas.

Cidade do Vaticano

Respondam “com criatividade ao clamor dos pobres e de tantos famintos e sedentos de Deus”. Esta foi a exortação do Papa Francisco às 100 irmãs Teatinas, recebidas em audiência na manhã  deste sábado, na Sala do Consistório, no Vaticano, por ocasião do IV Centenário de morte da fundadora, a Venerável Úrsula Benincasa.

“Encontrem vida – explica o Pontífice – doando vida, encontrem esperança, doando esperança, encontrem a razão de ser de vocês na Igreja e no mundo, amando e vivendo sempre segundo a lógica do dom, a lógica do Evangelho”.

Testemunhas de transcendência

O caminho indicado por Francisco às religiosas, particularmente envolvidas nos campos da educação e da formação das novas gerações, é o das periferias existenciais:

Encorajo vocês a serem, no exemplo de sua fundadora, mestres de conhecimento experiencial de Deus. O mundo de hoje tem necessidade de testemunhos de transcendência, de pessoas que sejam sal da terra e luz do mundo (cf. Mt 5, 13-14), que sejam fermento na massa (cf. Mt 13,33). Não privem os homens e as mulheres de hoje deste alimento, tão necessário quanto o pão material. Junto às pessoas em condições de pobreza material, existem tantos que perderam o sentido da vida, corações ressequidos e sedentos de um bom pão e água viva, que mesmo sem saber, esperam encontrar  Jesus.

A espiritualidade de viver juntos

O Papa também indica outro pilar da vida consagrada: “a espiritualidade de viver juntos”. A vida fraterna – acrescenta o Pontífice – “não é fácil”, “há sempre algum motivo para brigar, para falar mal” do outro. “Mas existe um remédio, um remédio muito bom – recorda – para não falar mal: morder a própria língua. Ela incha, mas não fala mal”.

“O caminho comunitário – acrescenta – torna-se uma santa peregrinação”:

Afastar as críticas, fofocas, rivalidades, e praticar ao invés disto a acolhida e a atenção recíproca, a partilha de bens materiais, o respeito pelas pessoas mais vulneráveis. Isto é muito importante: cuidar dos idosos. Eles são a memória da Congregação. Não os deixem ali na enfermaria, abandonados, não. Ir até eles, fazer com que falem – eles são a memória – fazer um carinho neles. Não se esqueçam dos idosos.

As irmãs Teatinas

A Congregação das Irmãs da Imaculada Conceição Teatinas – difundida na América, na África e na Europa – foi fundada em 1583 em Nápoles pela Venerável Úrsula Benincasa, sempre animada por um único desejo: “a glória de Deus e a salvação das almas” . Este – escreveu ela – é o meu testamento: “Amem o Senhor e amem-se mutuamente”.

por Vaticano news


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/dioceseteixeiradefreitas/www/wp-includes/functions.php on line 3743

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/dioceseteixeiradefreitas/www/wp-includes/functions.php on line 3743