Home / Notícias em Destaque / Dom Jailton Fala Sobre Diálogo Entre Religiões no Extremo Sul

Dom Jailton Fala Sobre Diálogo Entre Religiões no Extremo Sul

Os católicos da Diocese Teixeira de Freitas/ Caravelas ganharam um bispo e a região do extremo sul ganhou um ‘irmão de todos’, pois é assim que Dom Jailton de Oliveira Lino pretende dialogar com as religiões e as diferenças existentes em nossa região. O bispo tomará posse no próximo dia 9 de fevereiro, sexta-feira, às 19 horas, na Catedral São Pedro, mas conversou com a PASCOM Diocesana sobre algumas de suas ações para benefício da igreja.

Para o bispo, “a Igreja deve ser uma casa de portas abertas. A Igreja não pode ser uma casa de portas fechadas”, disse, sobre a necessidade de acolher aqueles que procuram a Igreja. E, com isso, ele enfatizou que: “não quero ser um bispo somente dos católicos, embora eu seja um bispo da Igreja Católica, mas eu quero ser um irmão de todos”.

Comungando com o que pede o Papa Francisco sobre o respeito com as diferenças, o bispo dom Jailton também quer “possibilitar um diálogo inter-religioso, com respeito pela fé das outras pessoas, com respeito pela diversidade”. “Muitas dessas religiões são religiões cristãs e nós temos que trabalhar por aquilo que nos une e não por aquilo que nos desuni. São dois mil anos de Jesus Cristo, então, creio que não há mais espaço, nesse século XXI, para estarmos brigando por coisas que nos desunem”, disse.

O bispo tem agradado cristãos católicos e pessoas de outras religiões, que também se sentem acolhidas e abraçadas pela igreja. A história de vida de Dom Jailton, desde seu ingresso na Congregação Pobres Servos da Divina Providência, em 1980, mostra que ele sempre procurou unir a todos, independente de origem social, étnica, racial e religiosa. “A fé deveria nos ajudar a unirmos e não a desunirmos”, falou.

“Então, quero me colocar de modo muito aberto com outros irmãos e outras denominações para desenvolvermos atividades na Diocese que sejam inter-religiosas e ecumênicas, nos respeitando reciprocamente e buscando, desse modo, o bem das pessoas”, disse, mostrando muito amor pela cidade e região do extremo sul.

O extremo sul está ansioso pela posse de Dom Jailton, pois sente que muitas mudanças positivas estão reservadas para o crescimento da Igreja Católica e para toda a sociedade, afinal, ele tem dado muito amor e mostrado sua humanidade com todos os irmãos. “Eu quero colocar centralidade do meu serviço na pessoa”, disse, e completou: “temos que estar dispostos a fazer com que a pessoa cresça, independente de cor, de credo, pois a pessoa que é importante, não é a religião dela que é importante, não é a cor dela que é importante, não é o poder aquisitivo dela que é importante”.

Por PASCOM Diocesana


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/dioceseteixeiradefreitas/www/wp-includes/functions.php on line 3743

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/dioceseteixeiradefreitas/www/wp-includes/functions.php on line 3743