Home / Notícias em Destaque / Em cerimônia cheia de emoção, Padre José Ricardo é ordenado na Catedral São Pedro

Em cerimônia cheia de emoção, Padre José Ricardo é ordenado na Catedral São Pedro

O bispo Dom Jailton de Oliveira Lino e padres de toda a Diocese de Teixeira de Freitas / Caravelas estiveram juntos na Catedral São Pedro neste domingo, 29, às 10h. Essa reunião especial aconteceu para a ordenação presbiteral do então diácono e agora padre José Ricardo de Almeida. Essa foi a primeira ordenação do Bispo, mas a expectativa é a de que muitas outras venham, com um crescimento das vocações.

A cerimônia eucarística foi presidida pelo bispo, na qual alguns ritos especiais são inseridos, cada uma com um significado especial. A homilia, por exemplo, é toda voltada para esse momento tão especial, não apenas para o neo presbítero, mas para toda a comunidade. Dom Jailton explica que todos nós como batizados fazemos parte do sacerdócio, mas que Jesus chama alguns nomes para dar continuidade à sua igreja:

“O presbitério é um chamado não para comandar, mandar ou ditar, mas para agir como um verdadeiro bispo, servindo o povo de Deus. Esse é um convite para ensinar o povo. Distribua a palavra que você mesmo recebeu com muita alegria. Ensine o que você lê e viva o que você ensina”.

A vida sacerdotal pede entrega e o bispo lembra o novo presbítero dessa responsabilidade com a Igreja e com a comunidade: “Não procure os teus interesses, mas os interesses de Deus. O ministério de Cristo pede muita caridade e alegria constante. Por isso, congregue os fiéis numa só família. Traga sempre nos olhos o Bom Pastor. Permaneça no serviço do Senhor com docilidade, caridade e misericórdia”.

Assim que finaliza a homilia, o então diácono José Ricardo se aproxima de Dom Jailton, que faz a ele perguntas para que ele afirme seu compromisso com o ministérios, às quais ele responde “Quero”. Segue-se a isso um momento que chamou muita atenção da comunidade presente, quando o diácono fica prostrado no presbitério, com a testa encostada no chão, durante toda a Ladainha de Todos os Santos. Esse é um sinal de despojamento e humildade do candidato, que fica assim enquanto toda a Igreja pede auxílio daqueles que nos precederam na fé.

Outro momento muito significativo e emocionante é a imposição das mãos. Em silêncio, o bispo Dom Jailton impõe as mãos sobre diácono José Ricardo. Em seguida, todos os padres presentes fazem o mesmo, um a um. Chegou o momento dele ser revestido com os paramentos sacerdotais, estola e casula, um sinal claro para a sociedade da posição que ele irá ocupar. Sentado na primeira cadeira da igreja, o pai do novo sacerdote segura as vestes, que são colocadas pelo padre Ronaldo.

Dom Jailton dá seguimento à cerimônia fazendo a unção das mãos com o óleo do Crisma. Entrega a ele o cálice e a patena com pão e vinho, convidado-o a se entregar e viver para seguir Cristo crucificado. Os pais do neo-sacerdote são os primeiros a receber a benção. Em seguida, o bispo beija cada palma da mão do diácono e o abraça. O gesto mais uma vez é repetido por todos os padres presentes.

Dom Jailton afirma pela primeira vez:

“Agora ele é Padre José Ricardo”!

O que leva a igreja a exultar de emoção e felicidade. A cerimônia eucarística segue normalmente depois disso. Ao final, Padre José Ricardo pode fazer uso da palavra para agradecer: “Agradeço primeiro a Deus, na figura do Pai, Filho e Espírito Santo, reafirmando hoje de maneira definitiva o sim que dei anos atrás. Agradeço à Maria, que me sustentou mesmo quando minha fé falhou. Agradeço a Dom Jailton, que mesmo sem me conhecer tanto, acreditou em mim e me ordenou. Ao meu pai, que foi exemplo de catolicismo pra mim, e minha mãe, que disse sim à vida e me teve, além de todos os meus familiares. Às paróquias por onde passei desde o início da minha vida, ainda na infância, até as onde atuei como diácono. À toda a comunidade e ao povo de Deus, todos que participaram dessa minha caminhada. Venho aqui para somar, para ajudar, nunca para dividir ou atrapalhar. Estou muito feliz!”.

Logo após o Pe. José Ricardo falou com a PASCOM:

Galeria de fotos:

Por PASCOM Diocesana