Home / Notícias em Destaque / Dom Jailton Participa de Seminário de Desenvolvimento em Teixeira de Freitas

Dom Jailton Participa de Seminário de Desenvolvimento em Teixeira de Freitas

O que podemos fazer para que Teixeira de Freitas seja uma cidade mais desenvolvida e sustentável em 2030?

Durante três dias, foram discutidas propostas e alternativas para construir um caminho que leve a esse resultado em um evento organizado por poder público e sociedade civil. Com palestras e debates, palestrantes e participantes puderam propor soluções nas áreas de educação, saúde, indústria, empreendedorismo e sustentabilidade. A Diocese Teixeira de Freitas Caravelas foi uma das instituições presentes na realização dessa programação, com contribuição ativa do bispo dom Jailton de Oliveira Lino.

Segundo o bispo, assim que chegou ao município foi convidado pela Câmara Municipal e pelo juiz Dr. Roney Jorge,  idealizadores do evento, para conversar sobre ideias para um município melhor:

“Fui procurado para compartilhar minhas ideias e pretensões e achei muito importante pensar nesse seminário. Escolhemos cinco eixos temáticos e outros poderão ser discutidos em uma próxima oportunidade. A minha ideia era a de que seria muito importante trazer pessoas de outras cidades, com projetos que funcionaram, para compartilhar suas experiências conosco. Acho que essa diversidade é o que faz esse momento ser tão rico”.

Em meio a instituições como os três poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário, SEBRAE, OAB, faculdades e empresas privadas, pode-se perguntar: Qual o papel da Igreja? Como ela pode contribuir para uma sociedade melhor?

Dom Jailton ressalta que a Igreja sempre foi um ator muito importante na sociedade, capaz de agir e de diretamente ajudar as pessoas a traçar o caminho do bem: “Nós somos servidores de Jesus Cristo e Ele nos deseja vida plena, abundante. Já fazemos um trabalho de caridade, de amor, de busca pela justiça, pela irmandade, pela união. Na própria Diocese desenvolvemos trabalhos muito sérios e bonitos que diariamente contribuem para uma sociedade melhor. A minha intenção sempre foi somar, agregar, e a Igreja pode sim ser um agente transformador que leve Teixeira a um futuro desenvolvido e sustentável em 2030”.

Por PASCOM Diocesana.

Fotos disponíveis na Web.